hit tracker Top Five TV

sábado, 13 de abril de 2019

Arnold Schwarzenegger desembarcou no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, nesta sexta-feira (12). O ator, no entanto, acabou sendo parado pela Polícia Federal no local.

Segundo o “Uol”, o famoso esqueceu o passaporte com o visto brasileiro.

Apesar dessa situação, o artista se manteve tranquilo a todo momento. Ele chegou a acenar e posar com alguns dos funcionários e admiradores que passavam pelo campo de aviação.

O caso, porém, logo foi resolvido pela embaixada americana. O astro de Hollywood, ainda de acordo com a publicação, participará de reuniões e eventos esportivos na capital paulista.

Fonte: msn / entretenimento

sexta-feira, 12 de abril de 2019

William Bonner aproveitou a edição da última quarta-feira (10), do “Jornal Nacional”, da TV Globo, para relatar as dificuldades que enfrentou para chegar ao trabalho. O âncora afirmou que contou com a ajuda de um reboque para atravessar o estrago causado pelo temporal que assolou o Rio de Janeiro no início da semana.

“Mas ainda ontem, para vir trabalhar, não foi muito fácil não. Cada um deu um jeitinho. Eu mesmo vim a pé. Tentando vir por onde tinha menos água, e quando eu estava naquela situação de escolher, exatamente no meio da pista da rua Jardim Botânico surgiu um caminhão-guincho”, disse.

E continuou: “O motorista parou e, gentilmente, permitiu que eu subisse na boleia e atravessasse o aguaceiro. A quem agradeço esse gesto simples, mas muito oportuno de solidariedade”.

Após ver uma matéria sobre a fortes chuvas que atingiram a capital fluminense, o jornalista descreveu a situação das ruas ao redor dos estúdios da emissora carioca. “Isso que vimos na reportagem, muitos de nós vimos pessoalmente no dia da chuva. Isso porque a Globo fica no Jardim Botânico [bairro da zona sul do Rio]. Tudo aqui em volta ficou tomado de água”, contou.
O fundador do WikiLeaks, Julian Assange, foi preso nesta quinta-feira (11) em Londres após perder asilo da embaixada equatoriana. Um dia após a ação, a organização divulgou todos os documentos que possui. Essa era uma promessa já antiga do WikiLeaks, de que liberaria tudo que tem caso Assange fosse preso.

O diretório aberto conta com centenas de arquivos que envolvem desde informações sigilosas de e-mails (como os da campanha de Hillary Clinton) até negociações entre países. Sobre o Brasil, há dados que mostram que a então senadora Roseana Sarney tinha investimentos em offshores.

Na lista, também estão vídeos e fotos sobre ações dos Estados Unidos no Iraque e Afeganistão, em que soldados norte-americanos usam de força desproporcional sobre a população.

Assange é acusado de espionagem e foi preso em Londres por conta de um mandado expedido pelo Tribunal de Magistrados de Westminster em 2012. Ele também é acusado de participar de uma ação de espionagem na coleta de documentos do Pentágono em conjunto com a ciberativista Chelsea Manning, em 2010. Entre os documentos, estava exatamente essa ação do país no Iraque que resultou na morte de civis e dois jornalistas da Reuters.

O jornalista segue em prisão em Londres, mas há um pedido de extradição para os Estados Unidos, onde acredita-se que ele será efetivamente julgado. Os documentos completos estão dispostos no diretório do WikiLeaks.
O MPF (Ministério Público Federal) deu parecer favorável à devolução do celular da ex-primeira-dama Marcela Temer apreendido durante a Operação Descontaminação, na qual o ex-presidente Michel Temer (MDB) foi preso, acusado de comandar um suposto esquema de propina milionária envolvida nas obras da Usina de Angra 3, no Rio de Janeiro.

No entanto, outros objetos como seu iPad e seu talão de cheques ainda devem permanecer sob posse do órgão. As informações são do jornal O Estado de São Paulo, do blog do jornalista Fausto Macedo.

O parecer dando o “ok” para a devolução foi enviado ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio. Nele, a Procuradoria da República afirmou que “o aparelho celular da requerente Marcela Temer foi apreendido em razão da suspeita de ter sido utilizado pelo investigado Michel Temer”.

“O Ministério Público Federal recebeu da autoridade policial responsável pela busca e apreensão e perícia do material a extração dos dados do referido aparelho e em análise de seu conteúdo não foram identificados elementos pertinentes às investigações. Por esta razão, o Ministério Público Federal concorda com a restituição do aparelho celular da requerente”, justificaram os procuradores.

Outros objetos, no entanto, como seu talão de cheques e seu iPad seguem confiscados. Investigadores da Lava Jato afirmaram ao juiz Marcelo Bretas que “ainda não houve extração dos dados” do aparelho eletrônico e que, por isso, “não é possível restituí-lo no momento, uma vez que ainda será necessário para as investigações em curso”. Acerca das folhas de cheque, os procuradores disseram que “quanto ao talonário de cheques e o contrato de locação, são documentos que ainda interessam às investigações e demandam análise profunda”.

Fonte: Yahoo Noticias

sexta-feira, 8 de março de 2019

Alice Elizabeth, de 20 anos, de Londres, na Inglaterra, começou a lutar contra a anorexia aos 11
anos. Na época, ela era perseguida por outros estudantes da escola, que faziam bullying por conta
da sua “estrutura magricela”. Isso a levou a car com baixa autoestima e diculdades de interação
social.

Por conta da anorexia , Alice perdeu toda a sua energia e concentração, o que signicava que ela
precisava se esforçar para assistir às aulas. Além dos problemas escolares, a jovem também sofria
sempre que precisava se preparar para comer suas refeições. Isso porque seu coração cava acelerado e seu estômago apertado. Tinha pânico ao pensar e ver comida

No período, a menina estava em um internato e, na tentativa de “car mais saudável”, acabou desenvolvendo o distúrbio alimentar . Ela escondia comida, contava calorias e fazia exercícios
rigorosos. Alguns anos depois, ela também passou a se automutilar e foi diagnosticada com depressão. A história é contada pelo portal Media Drum World .

Em seguida, Alice mudou de escola. Entretanto, ela passava boa parte do tempo entre o hospital e a
sala de aula. “Eu tento não pensar no menor peso que cheguei, pois isso não é uma conquista. A vida
signica muito mais do que números. Fico orgulhosa de ver outras pessoas que tentam mudar antes
de chegar ao fundo do poço e causar danos reais aos seus corpos”, conta

Alice conseguiu vencer a anorexia e, com sua conta do Instagram, quer ajudar pessoas que sofrem com o distúrbio alimentar

Na esperança de ir à universidade, a jovem se estimulou a se recuperar. Ela sabia que precisava
ganhar peso para poder estudar. Quando isso aconteceu, passou a ter mais força tanto sicamente
quanto mentalmente. “Para mim, a recuperação nunca foi fazer com que a velha Alice voltasse.
Queria uma versão mais nova, mais forte e mais corajosa”, diz. O processo de recuperação, no entanto, não foi fácil. “Ver o peso subir foi cansativo. Eu pensava que, toda vez que subisse na balança, estaria mais pesada. No começo, foi um verdadeiro desao. É confuso car presa em um corpo saudável , mas com uma mentalidade anoréxica”, declara. Diante disso, ela diz que, antes, pensava em uma recaída quando estava realmente angustiada, mas que sabe que isso não fará bem. “A diferença, agora, é que eu tenho um gosto pela vida. E a vida e a anorexia simplesmente não são compatíveis. É uma coisa ou outra. Eu já z minha escolha”, arma.

Atualmente, Alice conta que seus amigos cam orgulhosos de vê-la comer. Antes, eles precisam
implorar para ela colocar comida no prato. Seus familiares também comemoram. “Só quero dar um
abraço na minha mãe toda vez que ela me agradece por estar em casa em vez de internada. Minha
irmã também está orgulhosa de mim”, expõe. A jovem ainda criou uma conta no Instagram, que conta com mais de 24 mil seguidores, para inspirar outras pessoas que estão passando por situações parecidas. Ela compartilha fotos de seu corpo e também de diversos alimentos. “A mensagem que quero passar é que, ao contrário dos nossos medos, é possível viver feliz sem o distúrbio alimentar”, conta. Por m, Alice dá um recado – que vai além da anorexia . “Não tenha medo de admitir que há um problema, seja com comida, exercício, autoagelação, pensamentos obsessivos, compulsões, ou
seja, qualquer coisa que esteja causando aição. Encontre alguém para conversar sobre isso,
porque há pessoas que se importam. Você não precisa lidar com isso sozinho”, arma.

Fonte: https://delas.ig.com.br/comportamento/2019-03-08/anorexia-luta-comida-inspiracao.html

quarta-feira, 6 de março de 2019

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) criou polêmica ao postar, nesta terça-feira (5), vídeo com conteúdo obsceno em sua conta oficial no Twitter. As imagens foram acompanhadas a uma crítica aos blocos de rua do Carnaval.

Nas imagens, é possível ver um grupo de jovens dançando em cima de uma banca de jornal. Durante o vídeo, eles se tocam em suas partes íntimas diversas vezes. Bolsonaro não comentou a origem das imagens e nem onde elas foram gravadas.

“Não me sinto confortável em mostrar, mas temos que expor a verdade para a população ter conhecimento e sempre tomar suas prioridades. É isto que tem virado muitos blocos de rua no carnaval brasileiro. Comentem e tirem suas conclusões”, escreveu o presidente.

Veja o tweet:

Não me sinto confortável em mostrar, mas temos que expor a verdade para a população ter conhecimento e sempre tomar suas prioridades. É isto que tem virado muitos blocos de rua no carnaval brasileiro. Comentem e tirem suas conslusões: pic.twitter.com/u0qbPu9sie

Fonte: noticias.yahoo

sábado, 23 de fevereiro de 2019

Se o jogo em si anda meio parado, a repercussão do Big Brother Brasil fora da casa continua a toda: em breve, o reality pode receber um representante da Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Decradi) do Rio de Janeiro. Segundo a assessoria de comunicação da Polícia Civil, foi feito um contato com a Globo nesta sexta-feira (22), para que denúncias de intolerância religiosa sejam apuradas. Com declarações consideradas racistas, Paula já estava na mira do público há algumas semanas, assim como Maycon, eliminado na última terça.

“Um inspetor de polícia da Decradi, sob orientação do delegado titular Gilbert Stivanello, entrou em contato com a TV Globo, nessa sexta-feira, para tratar da possibilidade de ouvir sigilosamente dois envolvidos em possível caso de intolerância religiosa, em uma sala reservada dentro do BBB, sem causar prejuízo ao andamento do programa”, afirma a nota.

Ainda de acordo com a assessoria, o delegado da Decradi prefere não falar sobre o caso para não atrapalhar o andamento das investigações. Procurada, a TV Globo ainda não se pronunciou sobre o pedido da polícia.

Algumas declarações de Paula que chamaram a atenção do público eram a respeito de Rodrigo. Horas antes da eliminação de Maycon, ela insinuou que o carioca, também emparedado, havia feito algum trabalho espiritual para continuar no reality show. “Vai lá fora e ora um pouquinho”, disse, na ocasião.

FOnte: br.yahoo.com